Mostrar mensagens com a etiqueta Urgências. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Urgências. Mostrar todas as mensagens

O mata-oito - até agora

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Há 14 dias, escrevia-se aqui que Paulo Macedo continuava sem se demitir, após duas mortes em salas de espera de hospitais. Hoje, o número chegou a oito e continua a não haver notícias de demissão. Nem notícias do ministro, que apareceu há cerca de uma semana a dar umas desculpas esfarrapadas, em jeito de "vamos apurar" e "vamos investigar". Esta espécie de país está assim. A morrer aos bocadinhos, à espera, ao abandono, às mãos de criminosos, às vontades que já não são obscuras - são clarinhas como água - de um bando. Não é um gangue porque a intimidação é mais subtil e surge através de taxas moderadoras que de moderadas têm quase nada.

Estávamos todos ocupados a ser o Charlie que nunca fomos nem seremos enquanto estas pessoas foram morrendo aqui ao lado. Mais os outros milhares na Nigéria, que surgem em fotografias como retratos da nossa hipocrisia.

Porque rir é o único remédio...

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

E pronto, hoje o dia foi especial. Segue-se uma lista de uns quantos momentos "HAHAHAHAHA". São aqueles momentos em que alguém decide argumentar, agir, legislar, enganar, roubar, etc e tal, de forma tão absurda que só nos resta rir. Depois é respirar fundo, e combatê-los. Enfim, sem mais delongas e sem comentários...divirtam-se!

Roubado do Facebook do Miguel Tiago: "Deputado do PSD acaba de dizer que a diminuição da natalidade se deve, em parte, à emancipação da mulher. É preciso dizer mais alguma coisa?"