Mostrar mensagens com a etiqueta Álvaro Figueiredo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Álvaro Figueiredo. Mostrar todas as mensagens

O que comemora a direita no 25 de Novembro? #2

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

O que comemora a direita no 25 de Novembro? #1

sexta-feira, 13 de novembro de 2015


Nem um só minuto

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Deixa-os pendurados!

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Os consensos deles

segunda-feira, 28 de setembro de 2015



Dia 4 diz-lhes que estás farto dos consensos deles. Vota CDU

Ide roubar ao caralho!

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Não achas que já chega?

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Não basta mudar de governo!

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Aos renegados

terça-feira, 7 de julho de 2015

Aos que renegam o Marxismo, que não aqueles que o fazem por uma opção de classe, concedamos: há algo de pateticamente feliz no acordar todos os dias a pensar que a história acaba de começar. Eles são os que são surpreendidos “pela crise actual”, são os que descobrem em artigos de opinião de revistas internacionais o mundo “da agiotagem” e que ainda mal refeitos do espanto nos apresentam reflexões de “como sair da crise” em que, em maior ou menor grau demonstram a sua cândida ingenuidade.

A privatização da TAP dá-me vómitos

terça-feira, 16 de junho de 2015


Dezenas de passageiros protestam contra privatização da TAP em voo da companhia entre Bruxelas e o Porto. Nos sacos de enjoo, escreveram "A privatização da TAP dá-me vómitos".

Em terra ou no ar, defende o que é nosso. Corre com este governo!

Será que assim já publicam?

terça-feira, 9 de junho de 2015


Sábado, todos à rua

quinta-feira, 4 de junho de 2015


13 minutos que não vês em nenhuma TV

terça-feira, 26 de maio de 2015

Rompe este ciclo!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Abril é revolução. O futuro é do povo!

sexta-feira, 24 de abril de 2015


Só mudam as moscas...

quinta-feira, 23 de abril de 2015


Os banqueiros têm o seu governo.

quarta-feira, 18 de março de 2015


Na luta, o futuro!

sexta-feira, 6 de março de 2015

Ao meu Partido


Deste-me a fraternidade para com o que não conheço.
Acrescentaste à minha a força de todos os que vivem.
Deste-me outra vez a pátria como se nascesse de novo.
Deste-me a liberdade que o solitário não tem.
Ensinaste-me a acender a bondade, como um fogo.
Deste-me a rectidão de que a árvore necessita.
Ensinaste-me a ver a unidade e a diversidade dos homens.
Mostraste-me como a dor de um indivíduo morre com a vitória de todos.
Fizeste-me edificar sobre a realidade como sobre uma rocha.
Tornaste-me adversário do malvado e muro contra o frenético.
Fizeste-me ver a claridade do mundo e a possibilidade da alegria.
Tornaste-me indestrutível, porque, graças a ti, não termino em mim mesmo.

- Pablo Neruda -

Altice, Altice...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015



Condenados ao corredor da morte

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015