O «crime» de Clemente Alves

terça-feira, 2 de maio de 2017

Segundo quase todos os jornais, Clemente Alves, vereador da CDU na Câmara Municipal de Cascais, cometeu hoje um crime, casuisticamente inserido na secção noticiosa homónima e de cujo auto constam: «manifestação ilegal», «partir para a agressão» contra um agente e «impedir o trabalho das máquinas». Há, à partida, um problema óbvio nestas notícias: em Portugal não há manifestações ilegais (não é uma questão de opinião). Outra questão se impõe: se os jornalistas que escreveram estas peças (quase todas iguais porque roubadas umas às outras) não estavam lá, como é que souberam o que aconteceu?

A resposta certa é: «não sabem». Limitaram-se a pedir a versão do PSD de Cascais e a contrastá-la com a da polícia que, coincidente mente, é a mesma. Melhor trabalho teriam feito se tivessem perguntado a quem lá esteve o que realmente se passou. E até podiam deixar a notícia na secção «crime», porque é, de facto, de um crime que se trata.




Vamos aos factos:

1 - A Câmara Municipal de Cascais (CMC), gestão PSD, pôs clandestinamente em marcha a construção de um gigantesco parque de estacionamento de 350 lugares (pagos) numa área protegida, integrada no Plano Director Municipal como «Reserva Ecológica» destruindo leitos e cursos de água.

2 - A população, que há muito reivindica um espaço verde para estes terrenos, não foi tida, nem achada, nem consultada nem tão pouco avisada, como obriga a lei: a CMC não afixou sequer o necessário aviso de obra.

3 - O PCP, a CDU e Clemente Alves, que há muito vêm denunciando os vários atentados ambientais cometidos pela CMC, estiveram hoje em protesto pacífico na Quinta da Carreira. Há dezenas de testemunhas que contrariam a versão da polícia e garantem que foi a PSP que injustificadamente empurrou vários manifestantes e deteve Clemente Alves.

Ou seja, o vereador e candidato da CDU foi detido por protestar contra uma obra ilegal que lesa o meio-ambiente. Num país em que só por condão do dinheiro e da influência não é ainda mais comum ver titulares de cargos públicos detidos por suspeitas de corrupção, branqueamento de capitais ou fraude fiscal, haja vereadores detidos por defender, não os seus interesses, mas os interesses da população, haja gente que dê o corpo ao manifesto para impedir mais um crime ambiental. Haja coragem. Haja CDU.

15 comentários:

  1. O que mais me preocupa é pensar que esta parece uma notícia de tempos que eu julgava definitivamente passados! Com toda a minha solidariedade para com Clemente Alves, atrevo-me a questionar se alguém se lembrou de que ele é institucionalmente um responsável da nossa autarquia, ele é alguém eleito pelo povo, ele também responde pela política local (discordando - e muito bem!)quando o detiveram ou quando impediram a sua acção? O poder instalado continua a eliminar todos os que se lhe opõem!

    ResponderEliminar
  2. Vergonha, tristeza, mágoa, desilusão,injustiça, são palavras que me ocorrem perante tamanha barbaridade. O Estado Democrático parace estar mesmo em risco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bdiria , uma quase Utopia. Quem criou o actual sistema foram os mesmos que produziram a legislação que o regulamenta.Estamos perante um terreno muito bem "minado". Sallatty.

      Eliminar
  3. ESSE GAJO PARA O GULAG!FOI DETIDO DENTRO DA OBRA E NAO FAZIA NADA DE MAL???DEVIA ERA TER LEVADO PORRADA, E DIGO EU QUE SOU DE ESQUERDA...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Hate, claro que se vê logo que é de esquerda! Se quiser leia com atenção o seguinte artigo da lei e depois, se for capaz, faça um comentário honesto sobre o assunto em questão. "Artigo 45.º
      Direito de reunião e de manifestação

      1. Os cidadãos têm o direito de se reunir, pacificamente e sem armas, mesmo em lugares abertos ao público, sem necessidade de qualquer autorização.

      2. A todos os cidadãos é reconhecido o direito de manifestação."

      Eliminar
  4. O actual sistema, com a sua propaganda, não perdoa o PCP e a CDU. Qualquer motivo, problema (nem que seja uma discussão), é lançado nos jornais e comunicação social, para dar a ideia que este partido e coligação é formado por gente que não acata a lei. A ideia da comunicação social dominante foi sempre dar a CDU como inexistente e se existe, é para causar distúrbios.

    ResponderEliminar
  5. com jornalista de merda,as noticias que sairam nos jornais só podiam cheirar mal...

    ResponderEliminar
  6. Gostaria de chamar atenção dos leitores para o seguinte.
    O que se passou em Cascais não é único no País.
    Podemos até dizer que existiu excesso de autoridade dos agentes envolvidos.Mas uma coisa não podemos ignorar, quem deu a ordem.
    Isto não é um problema de policia, mas sim, um problema politico.
    43 anos depois de Abril, dentro do espaço Cascais, aqueles que deviam respeitar as Leis,servem-se delas, para fazerem o que bem entendem como se fosse coisa sua.Eu resido em Ferreira do ZÊzere, e tanto na Junta de Freguesia da União de Freguesias de Areias e Pias como na Câmara Municipal e Assembleia Municipal,tratam os concidadãos como se estes fossem coisa reles descartáveis.
    Já agora, como acredito que a CDU irá dar a devida resposta a essa gente ai em cascais, também nós população aqui neste espaço que também é Portugal, não nos resignamos e vamos continuar a combater esse tipo de gente que está bem identificada com o PSD
    que não tem valores, nem princípios e muito menos ética politica. E muito menos dignidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma lição de fascismo dada pela psp

      https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fmgsantos%2Fvideos%2F1732836696741452%2F&show_text=0&width=400&hc_location=ufi

      Eliminar
  7. Sem comentários ! As imagens dizem tudo.... Viva a Liberdade !

    ResponderEliminar
  8. http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=Quinta-da-Carreira

    ResponderEliminar
  9. Sem dúvidas, um candidato da CDU agredido desta maneira por agentes da PSP,só tenho de perguntar de que raça são estes cães,? Mais como vamos defender os Valores de Abril ?

    ResponderEliminar
  10. Antes de ser candidato, seja do que for, é um cidadão que, por sinal conheço há muitos anos, já trabalhei com ele e sempre foi uma pessoa correcta, educada,na defesa dos seus ideais. Força Clemente, bjs

    ResponderEliminar
  11. Não há meios legais de embargar uma obra?
    A passeata contestatária e a arrogância do cargo público podem dar numas porradas mais noticiosas?
    ...!

    ResponderEliminar