As Portas que Abril abriu

sexta-feira, 25 de abril de 2014

"E se esse poder um dia
O quiser roubar alguém
Nao fica na burguesia
Volta a barriga da mãe
Volta a barriga da terra
Que em boa hora o pariu
Agora ninguém mais cerra
As portas que Abril abriu."

José Carlos Ary dos Santos

Este é o nosso Manifesto. Outubro é a nossa forja, Abril a nossa força

4 comentários:

  1. MAGNIFICO!!!!
    NINGUÉM CERRA AS PORTAS QUE ABRIL ABRIU!!!
    ... só acrescentava: E Maio a nossa luta!
    até já!!

    ResponderEliminar
  2. O poder que nesse dia
    Foi pelo povo tomado,
    Não tinha outra nomia
    Que por todos ser partilhado.
    E àqueles que chamem seu
    Poder que não lhe foi dado,
    Toca-lhes a ignomínia
    Como por demais demonstrado.

    ResponderEliminar
  3. Partilhar com pides e amigos de pides?
    A ignomía a cair sobre o Jose e sobre os seus amigos,Está mais que na hora do governo e seus lacaios ir embora,tal como os fascistas foram corridos em 25 de Abril de 74

    ResponderEliminar
  4. Um grande Poeta, Ary dos Santos.

    ( a mediocridade do versejador seguinte não conta.É como o termo "nomia", que não tem existência própria...

    O que o esforço meníngeo e a inveja provocam em busca duma rima de pé-quebrado )

    De

    ResponderEliminar