O bom jornalista, o mau jornalista e o Daniel Oliveira

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Que o Correio da Manhã, como tantos outros, têm jornalismo questionável, que se inventam campanhas para denegrir pessoas, instituições e/ou partidos, todos sabemos.

Mas defender com esta garra e esta convicção José Sócrates, como faz Daniel Oliveira, a pretexto do bom e do mau jornalismo, só revela uma coisa: que o Daniel Oliveira tem tanta credibilidade como um guarda chuva de 3 euros. Não é uma questão de jornalismo: é uma questão de opção política. 

3 comentários:

  1. E uma questão de decência politica e intelectual.

    Mário Reis

    ResponderEliminar
  2. Opção política? Uma questão de decência política e intelectual? Terei lido bem?

    Mas em que lugar deste mundo é que ler as tretas que o Correio da Manhã publica e olhar para o lado, só porque acontece que não gostamos do Sócrates?

    Ah, olha, o Correio da Manhã publicou um factóide sobre a mãe do Sócrates. Realmente não bate a bota com a perdigota, mas como é a mãe do Sócrates e eu já fiz a minha opção política, vou fingir que não se passa nada. O gajo pode ir arder no Inferno, e a mãe dele já agora também.

    ResponderEliminar